Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Séries estreantes no Emmy refletem novos rumos da TV

Numa ocasião rara na história do evento, novas séries dividem espaço com aquelas já consagradas, enriquecendo a disputa; premiação acontece na noite desta segunda-feira (25)

‘True Detective’, na foto, traz a experiência dos astros Matthew McConaughey e Woody Harrelson e um formato inovador que a colocam como forte candidata na premiação de hoje

‘True Detective’, na foto, traz a experiência dos astros Matthew McConaughey e Woody Harrelson e um formato inovador que a colocam como forte candidata na premiação de hoje (Reprodução/Internet)

Três séries estreantes e um punhado de estrelas do cinema podem agitar a cerimônia de premiação do Emmy nesta segunda-feira e confirmar a tendência de narrativas sofisticadas e de fôlego na indústria televisiva norte-americana.

Liderada pelo seriado policial "True Detective", da HBO, a minissérie cerebral "Fargo", da FX, e a comédia online "Orange Is the New Black”, do Netflix, uma nova safra de atrações aponta os novos rumos da televisão.

“Temos muitas estreias atraentes”, disse Tom O'Neil, editor do site de previsões Goldderby.com. “Não é só a velha comédia pastelão com cara nova”.

Juntas, as três séries receberam 42 indicações e refletem a força crescente das produções fora do padrão – desde as temporadas inteiras disponibilizadas de uma vez pelo Netflix aos seriados "True Detective" e "Fargo", com novos elencos e novas tramas a cada temporada.

“Elas não têm só um reconhecimento extraordinário da crítica”, afirma O'Neil. “Têm um charme extraordinário, geram um burburinho extraordinário e uma enorme repercussão”.

A cerimônia de entrega dos Emmys será apresentada em Los Angeles pelo comediante Seth Meyers.

Em mais um ano no qual as grandes redes de TV ficaram de fora da categoria de melhor drama, "Breaking Bad", do canal AMC, irá defender seu título diante do suspense político "House of Cards", do Netflix, de "Mad Men", panorama do mundo da propaganda também da AMC, da série de época "Downton Abbey", da rede britânica PBS, e do épico de fantasia "Game of Thrones" e "True Detective”, ambos da HBO.

As atrações estreantes também têm a vantagem da experiência de astros do cinema como Matthew McConaughey e Woody Harrelson ("True Detective”) e Billy Bob Thornton e Martin Freeman ("Fargo"), que concorrem nas principais categorias de atuação.

“O que vemos agora é 'True Detective' e 'Fargo' na vanguarda da direção para a qual boa parte dos roteiros estão seguindo”, opinou Andy Greenwald, que escreve no blog de cultura e esportes Grantland.com, acrescentando que o formato de minissérie permite aos talentos de Hollywood testarem as águas da TV sem arriscar suas carreiras cinematográficas.

"Prestígio e aceitação são a nova moeda no mercado televisivo”, afirmou.

O'Neil reconhece que “o Emmy é o prêmio de uma indústria conservadora que tende a premiar a mesma coisa, entra ano sai ano”, mas que a simples presença dos novos seriados na competição já renova os ares da cerimônia.