Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Sites estrangeiros anunciam venda de lingeries para homens

Novidade polêmica aparece em rede de vendas japonesa; na Austrália, toda uma linha de peças foi criada só para o público masculino

Site da marca Hommemystere, especializada em peças íntimas de formato feminino para homens

Site da marca HommeMystere, especializada em peças íntimas de formato feminino para homens (Reprodução/Internet)

A novidade mais recente no vestuário masculino é a... lingerie?

Isso mesmo, você não leu errado. Dois sites, um japonês e outro australiano, resolveram abrir espaço em seus estoques para a polêmica novidade.

A rede de vendas online Rakuten, do Japão, passou a anunciar, em sua seção de moda íntima, lingeries, camisolas e até sutiãs para homens, da marca local Wish Room, enquanto a HommeMystere, da Austrália, foi criada exclusivamente para confeccionar peças do tipo.

A inovação começou com um sutiã masculino. Em 2008, a Wish Room, do Japão, que confecciona lingeries femininas, resolveu arriscar a novidade, e o bom retorno nas vendas garantiu o futuro do negócio.

A diretora executiva da marca, Akiko Okunomiya, se mostrou surpresa com a quantidade de homens interessados em “abraçar seu lado feminino”. “Acho que cada vez mais os homens estão interessados, principalmente em sutiãs. Desde que lançamos a linha, vários consumidores disseram ‘uau, estávamos esperando por isso há muito tempo’”, contou a diretora.

Já Masayuki Tsuchiya, o representante da Wish Room, revelou em entrevista à agência Reuters que ele mesmo usa as peças, e que o sutiã fica discreto por baixo das roupas. “Gosto da sensação das roupas me apertando. É gostoso”, confessa.

O comércio, que é baseado principalmente em sites de varejo online (a empresa não possui página própria), tem apresentado lucros pequenos, mas consistentes, e a clientela da marca é bastante fiel. Por enquanto, porém, as vendas são mais restritas ao Japão.

Já a HommeMystere se especializou em comércio internacional. Sediada na Austrália, a empresa chegou a ser indicada a uma premiação de produtos eróticos, no ano passado. De olho nas oportunidades, a marca foi pioneira em se dedicar apenas à produção de sutiãs, calcinhas e lingeries masculinas.

O site da HommeMystere assegura a máxima discrição ao negócio. Logo na página de abertura, somos informados da política de privacidade da empresa, que não estampa a logomarca nas embalagens, nem faz qualquer espécie de contato com o cliente sem autorização. Entre os produtos anunciados, além dos já citados, há também calcinhas estilo fio-dental.

Além do formato, os enfeites das roupas também procuram seguir as suas similares femininas com o máximo de fidelidade. As peças apresentam rendas, poás e até lacinhos. As modelagens seguem o padrão do público-alvo – costas mais largas, bojos menores –, mas também podem ser ajustadas ao gosto do freguês.

Em um anúncio, a Wish Room explicou que a proposta é “permitir que os homens desfrutem o mesmo luxo e delicadeza a que as mulheres estão acostumadas”.

Confira agora algumas das peças anunciadas: