Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Tratamento para dores nas costas e diferença no comprimento das pernas

A baropodometria, espécie de avaliação computadorizada dos Pés, pode ser usada para cura de alguns males como escolioses, dores lombares, pés diabéticos e diferença no comprimento de membros inferiores

Desvio na coluna precisa de tratamento

Desvio na coluna precisa de tratamento (Juca Queiroz )

O desnível no tamanho das pernas é mais comum do que se imagina e pode esconder problemas sérios nos ossos. A baropodometria é um dos tratamentos para indicados para diagnosticar e tratar esse problema.

De acordo com o Fisioterapeuta e mestre em Engenharia Biomédica, Daniel Ribeiro, 29, é grande o número de pessoas que possuem pernas com desnível. “Mais do que gostaríamos e ele é responsável por grande parte das dores lombosacrais, desgastes no quadril e sobrecarga nos joelhos”,revela.

Ribeiro acrescenta explicando os motivos que podem resultar nos desníveis de pernas. “Pode ser causado desde uma fratura até o mau alinhamento dos membros inferiores. Neste caso fazemos a correção não só da pisada, mas também do comprimento do membro”.

Nem sempre as pernas assimétricas são de tamanhos diferentes. Problemas em outros membros, como desvio no quadril ou na coluna podem gerar a assimetria.

O tratamento
Para curar as dores e problemas nos ossos pode-se recorrer a baropodometria. Um exame que identifica as alterações biomecânicas nos pés.

 “ A captação dos dados é feita por uma plataforma composta por sensores, que permite detectar: a postura do indivíduo em posição ortostática (em pé), o equilíbrio postural, as compensações posturais, a distribuição do peso corporal e dos picos de pressão nos pés, o tipo de pé (normal, cavo ou neutro), o tipo de pisada: neutra, pronada (para dentro) ou supinada (para fora), as alterações na marcha, alterações nos pés, joelhos (valgo ou varo) quadril e coluna, além de problemas passíveis de correção por meio da utilização das palmilhas posturais”, explica o fisioterapeuta.

O tratamento é feito com uso de palmilhas específicas, projetadas para cada paciente.

As indicações
Segundo Ribeiro, a baropodometria é indicada para diagnóstico e tratamento de escolioses, espondilolisteses, dores lombares, torácicas e cervicais, dor na planta dos pés; pés planos e cavos, joanetes, tendinites patelares, pés diabéticos e correção da diferença no comprimento dos membros.

Para Ribeiro o uso de palminhas posturais deveria ser mais difundido. “Mas é importante ressaltar que a indicação deve ser feita por um profissional com formação adequada, com equipamentos que nos dêem parâmetros para indicação e elaboração das palmilhas”.

A baropodometria e o uso das palmilhas posturais podem ter aplicações terapêuticas ou esportivas. “Na aplicação terapêutica o objetivo é mais focado no tratamento da lesão. Na esportiva o foco é na potencialização do gesto desportivo, na corrida, por exemplo, podemos melhorar o desempenho do atleta (amador e profissional). Em ambos a prevenção das lesões que é onde a técnica com a utilização das palmilhas é mais utilizada”, revela.