Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Médica amazonense divide o amor pela profissão entre o Brasil e os Estados Unidos da América

Quando a Dra. Caroline Frota não está clinicando no Rio de Janeiro, está cumprindo agenda em Manaus ou estudando Medicina Antienvelhecimento nos EUA

Dra. Caroline Frota viu uma cirurgia pela primeira vez aos oito anos de idade

Dra. Caroline Frota viu uma cirurgia pela primeira vez aos oito anos de idade (Marcio Silva)

Filha e neta de médicos, a Dra. Caroline Frota, 35, viu uma cirurgia pela primeira vez aos oito anos de idade, no hospital que era do avô e onde ela também veio ao mundo. A curiosidade pela Medicina não levou a amazonense a caminho diferente: ela deu lugar à vocação e se especializou em Dermatologia na Santa Casa de Misericórdia da Gamboa, no Rio de Janeiro, cidade onde mora desde os 19 anos.

Solteira e sem filhos, hoje ela cumpre uma rotina movimentada. Quando não está clinicando no Spaço Heloisa Rocha, no Rio, ela está cumprindo agenda em Manaus ou estudando Medicina Antienvelhecimento nos Estados Unidos. Na sua visita mais recente à terra natal, no último fim de semana, Caroline atendeu cerca de 20 pacientes cativos.

“Venho uma vez por mês a Manaus para atender pacientes e talvez essa frequência aumente”, explica, adiantando que a agenda deste sábado, dia 14, quando ela retorna à cidade, já está lotada. Os estudos nos EUA também contribuíram para que o ritmo do entra e sai de Caroline nos aviões aumentasse – ela já teve aula em Miami, Orlando, Las Vegas e São Francisco.

“Eu ia voltar de vez para Manaus no começo do ano passado, mas então recebi o convite para trabalhar com a Dra. Heloisa Rocha e acabei ficando no Rio. Não me arrependo, porque tem sido uma grande escola, mas pretendo me mudar para Manaus em 2015 e transformar isso aqui num SPA”, diz Caroline, fazendo referência à clínica do pai, o Dr. Arlindo Frota, que fica na Praça do Congresso.

Na Cidade Maravilhosa, passam pelas mãos de Caroline alguns famosos como o ex-BBB Kadu Parga, a repórter Carla Prata, a dançarina do “Esquenta” Bianca Salgueiro e Thyago Gesta, ex-participante do reality show “A Fazenda”. A missão dela é ajudar essa turma a manter o corpo com tudo em cima através da Medicina Ortomolecular, ramo da chamada Medicina Alternativa, na qual a amazonense também é especialista.

ALTERNATIVAS

Caroline explica que o combate aos efeitos do envelhecimento também pode ser feito pela Medicina Ortomolecular, que trata o corpo como um todo e remonta à milenar medicina chinesa. “Não adianta tratar uma pele seca se o paciente tem desequilíbrio hormonal. Alguns endócrinos criticam a Ortomolecular, mas há muita desinformação, tanto que ela ainda não é reconhecida como especialidade”, afirma.

Segundo ela, o objetivo desse tipo de terapia é tratar o paciente, preventivamente ou não, a partir de remédios naturais, como vitaminas e minerais. “Não é uma área que só ajuda a emagrecer como muita gente pensa, tanto que é possível tratar de uma depressão a uma artrite ou acne”, completa.

Da mesma forma, os métodos de antienvelhecimento também envolvem substâncias naturais, como o Ômega 3, que não trazem os efeitos colaterais dos remédios convencionais. Assim, indicadores como pressão e colesterol altos, queda de cabelo, unha fraca e até mesmo ausência de libido encontram uma forma alternativa de serem revertidos.