Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Para inglês ver: tambaqui ganha versão ‘snack’ em Manaus

Tambaqui de Banda inova ao trazer iguaria típica em formato ‘fast food’, para consumo fácil e rápido

Tambaqui em Pé #1

A fórmula lembra o conhecido fish n' chips, prato típico da Inglaterra (Érica Melo)

Diz-se que quem vem de fora e prova o jaraqui nunca mais deixa a região. Mas a iguaria regional que deverá “receber” os turistas em Manaus a partir deste ano deverá ser outra: o tambaqui. O pescado amazônico é o ingrediente-título do Tambaqui de Pé, comida rápida hoje bastante cotada para ser a comida regional vendida na Arena da Amazônia durante o período de realização do mundial.

Criação do restaurante Tambaqui de Banda (Parque 10), o Tambaqui de Pé reúne uma porção de 150 gramas de tambaqui assado e empanado, acompanhada de batatas fritas e molho especial, tudo servido numa embalagem em formato similar a um cone. A fórmula lembra o conhecido peixe com fritas (ou fish n’ chips), prato típico da Inglaterra, mas com um diferencial, como explica Mario Freitas do Valle, dono do restaurante.

“O fish n’ chips é um peixe do mar empanado e frito. O Tambaqui de Pé é o nosso peixe, assado na brasa, cortado em fatias, empanado e frito”, explica ele. “O resultado é que conseguimos ‘encapsular’ o gosto: quando você morde, sente o mesmo gosto do peixe que servimos no restaurante”.

Nos estádios

A ideia de transformar o tradicional tambaqui assado numa comida rápida, acessível, simples e prática de ser consumida, surgiu com a experiência em campeonatos de futebol.

“Percebemos que há pouca venda de alimento regional em estádios e jogos de futebol, e começamos a buscar o caminho de fazer nosso produto para representar o Estado do Amazonas”, recorda Valle, cujo restaurante conta com uma equipe de projetos certificada – da qual faz parte a chef Elisângela Valle, esposa do empresário.

O passo seguinte foi a adesão do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com quem o empresário já trabalhou em vários programas de qualidade, ao projeto do novo snack amazônico. Responsável por fazer um levantamento de produtos regionais que pudessem ser vendidos em cada arena da Copa do Mundo, a instituição apresentou o Tambaqui de Pé à Convivas, que fará o catering – serviço de comidas e bebidas – nos estádios da Copa de 2014. O resultado foi para lá de positivo.

“O Tambaqui de Pé é o primeiro produto que já tem a intenção de compra da Convivas no Brasil todo”, assinala Vanusa Abinader, coordenadora do Sebrae 2014 (www.sebrae2014.com.br), programa que faz o “meio de campo” para ligar os empresários às oportunidades surgidas com o mundial. Ela acrescenta que o produto pode vir a ser até distribuído em todas as arenas, a depender de estudos de tecnologia e logística para atestar a capacidade de atender à demanda. “O produto é excelente, de primeira”, assevera.

À venda amanhã

Mas o Tambaqui de Pé não ficará restrito aos estádios: a comida rápida, que “estreou” em degustação na recente Feira Internacional da Amazônia, deverá ser oferecida no Tambaqui de Banda já a partir desta segunda (9), por R$ 11,90. E também estará no cardápio do Bistrô Tambaqui de Banda, a ser inaugurado em janeiro no Centro de Manaus. “Com isso vamos treinando para os grandes eventos”, destaca Valle.

O empresário, aliás, não esconde o orgulho e a satisfação com a criação: “O público de fora poderá ser atraído tanto pelo fato de ser um fish n’ chips, consumido em larga escala nos países de colonização inglesa. E o daqui, pelo fato de ser tambaqui”.

Enfim, quem é de fora pode até não ficar tentado a ficar aqui para sempre. Mas ficará com uma ótima lembrança gastronômica da cidade!