Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Festival Folclórico no Amazonas segue com data indefinida

Uma reunião agendada para este domingo (21) na Secretaria de Estado da Cultura poderá definir o festival de 2014 na capital amazonense

Primeiro dia de apresentações no 46° Festival Folclórico do Amazonas no Centro Cultural dos Povos da Amazônia

Associações folclóricas esperam definir data para a festa, que reúne centenas de pessoas para celebrar o folclore (Clóvis Miranda)

O Festival Folclórico no Amazonas, tradicionalmente realizado no mês de junho, ainda não tem data definida para acontecer este ano. Amanhã, uma reunião entre a Secretaria de Estado de Cultura (SEC) e os representantes de mais de 63 grupos participantes das diversas federações folclóricas, poderá decidir as datas em que vai acontecer o 58º Festival Folclórico do Amazonas, cujas apresentações serão no Centro Cultural dos Povos da Amazônia (CCPA). Alguns presidentes das associações folclóricas lamentam a perda do mês tradicional da realização da festa, mas esperam que ela aconteça e como sempre, reúna milhares de pessoas para celebrar o folclore.

Após a publicação, pela SEC, do edital com o resultado parcial da lista de grupos que participarão do evento, os dirigentes da Federação dos Grupos Folclóricos do Estado do Amazonas (Agefam) e da Associação dos Grupos Folclóricos de Manaus (AGFM) esperam ver retornar à arena do centro cultural os milhares de brincantes que com suas roupas típicas conseguem atrair milhares de pessoas às apresentações.

O edital prevê apoio financeiro que varia de R$ 10.558 para até 138 grupos das modalidades B e C, e R$ 232.376 para outros três grupos da modalidade A. As inscrições devem ser entregues em horário comercial no setor de protocolo da Manauscult, avenida André Araujo, 2767, Aleixo.

Na reunião, que será na SEC, o secretário Robério Braga e os representantes dos 63 grupos participante, vão discutir detalhes como a data de realização e o horário das apresentações de cada um dos grupos selecionados. De acordo com o secretário, o governo está aberto às sugestões de todos os grupos, “para que juntos possam realizar um festival marcante na história da cidade, resgatando o costume de quem gosta dessa festa tradicional”.

O regulamento já aprovado, estabeleceu que a apresentação dos grupos está dividida em 12 categorias artísticas. O festival terá apresentações de cinco grupos folclóricos convidados, sendo três Quadrilhas, um grupo de Dança Internacional e um grupo de Dança Alternativa. Dentre os grupos convidados estão a Quadrilha Cômica Pedro e Pedrita, a Companhia de Dança Internacional Al – Karak e o Grupo de Dança Alternativa Quadrilha Dança de Rua Geração 2000.

EXPECTATIVAS

O presidente da AGFM, jornalista Milton Ferreira, diz que a reunião desta segunda-feira será importante porque há uma expectativa dos brincantes e da população em geral, que gosta da festa. “Como nós podemos fazer em agosto ou setembro, o festival tem que acontecer durante 30 dias para que os mais de 300 grupos folclóricos possam participar”, disse Milton, apontando uma demanda das bases folclóricas.

Da parte da Agefam, o presidente Raimundo Nonato Bentes, que coordena 40 grupos folclóricos, é a favor de mais discussões para se definir as regras do festival e os critérios para a seleção dos grupos a se apresentarem.

O importante, diz Raimundo Nonato, é valorizar essa festa tão esperada pelos brincantes e simpatizantes, para que tenha lugar efetivo no calendário cultural amazonense.