Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Cantor Dudu Nobre realiza show intimista em Manaus

O artista, considerado um dos grandes nomes do gênero no País, é a atração nacional do especial “Sexta carioca”, realizado nesta sexta-feira (04) no Lappa Bar

Dudu Nobre é a grande atração da 'Sexta carioca' em Manaus

Dudu Nobre é a grande atração da 'Sexta carioca' em Manaus (Divulgação/Christian Gaul)

Afilhado de samba do mestre Zeca Pagodinho, o cantor e compositor Dudu Nobre regressa a Manaus para uma apresentação exclusiva no Lappa Bar (Rua Rio Mar, nº 98, Vieiralves). O artista, considerado um dos grandes nomes do gênero no País, é a atração nacional do especial “Sexta carioca”, nesta sexta-feira (04), a partir da meia noite. Os ingressos, limitados, já estão sendo vendidos na bilheteria da casa a preço único de R$ 40.

“Farei uma participação especial num formato que já existe no Rio de Janeiro e em São Paulo há algum tempo. Vou cantar, com alguns músicos locais, faixas minhas e outros clássicos do samba”, revelou Dudu, em entrevista exclusiva ao BEM VIVER. “Vai ser muito interessante, pois é um formato bem intimista. Fico com um repertório livre para interpretar o que gosto, de acordo com o feedback do público”, acrescenta, referindo-se à apresentação de 40 minutos que fará no bar.

Repertório à parte, segundo o artista, o grande diferencial da noite fica por conta da interação com os músicos locais e a plateia, que será crucial para o curso do show. “Vai ser uma apresentação muito informal”, frisa Dudu, que nem terá tempo de ensaiar com os seus companheiros de palco, tamanha a casualidade da performance. “Depois da ‘Sexta carioca’, pretendo, em breve, retornar à capital para um show autoral, com direito a banda, bailarinas e tudo mais”, promete.

NA AVENIDA

O ano de 2014 vem sendo um dos mais agitados para Dudu Nobre. Atualmente, o músico está com dois trabalhos paralelos: o disco de inéditas “Ainda é cedo” e o DVD “Os mais lindos sambas enredo de todos os tempos”. O primeiro, lançado em novembro do ano passado, conta com a faixa-título entre as canções mais pedidas nas rádios do País. “O álbum é composto tanto por músicas autorais como clássicos que sempre gosto de cantar”, conta o sambista. “Esse é o 14º CD que faço com o Rildo (Hora, produtor). Temos um entrosamento muito bom e isso reflete no resultado final”, destaca.

O novo álbum é composto por 12 faixas, sendo nove de autoria de Dudu, e conta com a participação de grandes nomes do cenário nacional, como Nei Lopes, Claudemir, Moises Santiago, Fernando Magarça, Roque Ferreira e Chiquinho dos Santos. Além das canções inéditas, o músico regravou também os sucessos “Centelha”, de Nelson Rufino e Ivan Solon; “Voo de paz”, de Jorge Aragão e Zeca Pagodinho; e “As 40 DPs”, de Gil de Carvalho.

Já o audiovisual “Os mais lindos sambas enredo de todos os tempos”, como o próprio nome indica, revisita algumas das principais letras que já embalaram o desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro. A produção chegou às lojas de todo Brasil em janeiro deste ano. “Gravamos um total de 26 músicas, mas muita coisa legal ficou de fora”, lamenta Dudu, que pretende, em 2015, lançar uma segunda edição do DVD.

Das canções selecionadas, algumas são interpretadas pelo sambista e convidados. Ele faz dueto com os cantores Arlindo Cruz, Zeca Pagodinho, Neguinho da Beija-Flor, Seu Jorge e Monarco. O dançarino e coreógrafo Carlinhos de Jesus e a Velha Guarda do Império Serrano também participaram da gravação, que ainda contou com uma performance do gari Renato Sorriso, uma das figuras mais irreverentes da Passarela do Samba; a grande musa e rainha de bateria Viviane Araújo; e uma linda homenagem da sua irmã e porta-bandeira Lucinha Nobre com o mestre-sala Rogerinho.