Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Cantora Isabella Taviani lança segundo DVD da carreira

Cantora, compositora e instrumentista, ela comemora 10 anos de carreira e conta durante entrevista concedida ao A Crítica alguns detalhes do DVD ‘Eu raio X’, que está repleto de convidados especiais

Isabella se juntou a Zélia Duncan, Paulinho Moska, Elba Ramalho e Myllena para a gravação do DVD

Isabella se juntou a Zélia Duncan, Paulinho Moska, Elba Ramalho e Myllena para a gravação do DVD (Divulgação)

Gravar o DVD “Eu raio X” não estava nos planos iniciais de Isabella Taviani. A ideia de registrar esse que é apenas o seu segundo audiovisual da carreira veio da necessidade da cantora de capturar algo que a “representasse mais” - nas palavras da própria artista. “Precisava de um registro mais atual”, acrescenta ela, em entrevista por telefone ao BEM VIVER. “Era um momento de desprendimento daquilo que já tinha vivido nesses anos de carreira. Foi quando raspei a cabeça, para mostra a mulher que me havia descoberto”.

A produção que reforça o repertório do último trabalho de Isabella, o disco homônimo lançado em 2012, foi gravada no ano passado, no Rio de Janeiro, e vem sendo apontada por fãs e crítica como sendo um dos remates dos 10 anos de carreira da cantora. “A gente fica muito tenso com a gravação. Às vezes, a apresentação acaba até não sendo tão espontânea como gostaríamos. É tudo uma surpresa”, conta a artista, sobre a experiência de gravar um novo DVD. “Ainda existe o conflito de ficar escutando direto o diretor no seu ouvido (risos)”, brinca.

Além dos sucessos mais marcantes da carreira, como “Diga sim” e “Luxúria”, e de boa parte das faixas do trabalho anterior, foram inseridas em “Eu raio X” quatro canções inéditas: a folk “Se assim for”, o bolero “Ao telefone”, o sambalanço “Galega brasileira” e o rock “Queria ver você no meu lugar”. Das novidades, apenas a última já havia sido interpretada por Isabella num show. “Tinha tocado numa apresentação com voz e violão. Acompanhada de banda e arranjo, somente neste show”, revela. “Não foi difícil montar esse repertório, pois já tinha tudo claro na minha cabeça. Você tenta agradar todo mundo, mas é impossível (risos)”.

SIGNIFICADO

Segundo Isabella Taviani, a opção pelo nome “Eu raio X” não foi aleatória. Ele representa o desprendimento da cantora com a imagem que carregou consigo por 10 anos. “O raio X não esconde nada, ele é transparente. Você se enxerga por dentro. E o disco fala exatamente disso”, esclarece a artista, que antes havia decidido por apenas “Raio X”, mas teve de mudar devido ao álbum de mesmo nome da cantora Fernanda Abreu. “Ainda pensamos (eu e minha equipe) em ‘Eu, raio X’, mas achamos que geraria pelo menos uns três trocadilhos (risos)”, diverte-se.

Em alusão ao título, e como forma de homenagear os seus fãs, a quem se diz sempre grata (leia a peça Destaque), Isabella montou o cenário do show inteiramente com chapas de raios X enviadas pelo público. “Queria envolver, de alguma forma, as pessoas. Então criamos essa campanha de coleta”, ressalta a artista, que em determinada parte do DVD chega a vestir um colete feito com peças do exame. “Recebemos vários (raios X). Até hoje tenho películas guardadas para reposição”.

DUETOS

Durante o show, a anfitriã conta ainda com a participação de vários convidados especiais - amigos pessoais da cantora. São eles: Zélia Duncan, Paulinho Moska, Elba Ramalho e Mylenna, com que já fez inúmeras parcerias. “Essa questão da intimidade é muito importante para mim. Também, ao convidar alguém para participar do seu show você tem que ter um certo nível de admiração pela pessoa”, Isabella. “Por incrível que pareça, foi muito fácil reunir essas pessoas para a gravação de ‘Eu raio X’. Elas toparam quase que de imediato. Fiquei muito feliz”, afirma.