Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Confira um guia gastronômico apimentado em Manaus

Nem todos apreciam um paladar picante durante as refeições, mas há quem não dispense o tempero e simplesmente não coma um bom prato de comida sem pimenta

Na Cachaçaria do Dedé, o molho de murupi com tucupi é preferência

Na Cachaçaria do Dedé, o molho de murupi com tucupi é preferência (Lucas Silva )

Uns mais marcantes, outros mais suaves. Ao saborearmos algum prato, é comum termos um significativo apreço pelos temperos, inclusive por aqueles que nos “apimentam” o paladar. E é por isso que o molho de pimenta se consolida como uma grande preferência na mesa dos brasileiros, e principalmente na dos amazonenses, com suas variações e especiarias a mais, a exemplo do famoso tucupi. 

Por conta disso, o BEM VIVER reúne nesta edição alguns estabelecimentos de Manaus que têm como destaque o preparo artesanal do molho que, sob tantas roupagens, cativa em cheio o gosto dos clientes. Confira:

Tambaqui de Banda

Típica da região, a pimenta murupi é, sem dúvidas, ingrediente principal no complemento do molho que vem por cima do peixe empanado. Segundo o proprietário do estabelecimento, Mário Valle, lá o cliente tem a opção de escolher se vai querer o prato apenas com o molho tradicional ou com o molho de pimenta murupi adicionado na porção.

Composto por um mix de pimentas (entre elas a malagueta), cebolas, manteiga, limão e algumas ervas especiais, o produto virou a base principal para receber o peixe na casa. Ainda de acordo com o proprietário, ele é classificado pelos clientes como um molho que não é forte, mas que preenche o paladar, podendo ser degustado, além do prato que é carro-chefe da casa, com a muqueca de pirarucu e com a sardinha. Endereço: Av. Tancredo Neves, 9, Flores, bairro Parque 10. Informações: (92) 3236-5995.

Cachaçaria do Dedé

Muito procurada pelas pessoas, o tempero que domina os paladares da Cachaçaria do Dedé é a união da pimenta murupi com o tucupi. Conforme o vendedor da casa, Waldir Nascimento, os clientes buscam muito dessa pimenta especial para levar pra casa, e um de seus pontos fortes é o seu aroma, bastante apreciado por todos.

A pimenta é batida com o tucupi e leva em sua composição sal, alho e cebola. Waldir ressalta que é necessário colocar todos os ingredientes em quantidade certa, pra que não se perca o sabor e nem mesmo o aroma. “O tucupi entra como um ingrediente extra, mas o cerne do preparo é o murupi”, explica. Endereço: Manauara Shopping, Avenida Mário Ypiranga, bairro Adrianópolis. Informações: (92) 3236-6570.

Bar do Armando

Criado a mais de 20 anos, o molho de pimenta do bar integra uma tradição repleta de amor pelo local. O molho se consagra, especialmente, por ser patrimônio vindo das próprias mãos de Armando, segundo Roberto Carvalho, que gerencia o bar atualmente com a esposa Ana Cláudia Soares. Conforme ele, diversos depoimentos foram coletados de várias pessoas próximas ao fundador do local, como a esposa, filha e o rapaz que comprava as pimentas na feira para Armando. Tudo para que chegasse perto do que era o molho preparado por ele.

São quatro tipos da especiaria (como malagueta e dedo de moça) mostarda, e um pouco de vinagre, ficando providencial quando adicionado ao carro-chefe da casa (o tradicional sanduíche de pernil). Mas também dá super certo com os bolinhos de bacalhau e pastéis. O molho, porém, não fica igual ao preparado pelo seu criador. “Algumas pessoas realmente reclamam que não é como o do ‘seo’ Armando. Mesmo assim, a procura ainda é grande, muitos pedem: ‘cadê aquela pimenta?’ ou ainda ‘tem a pimenta do Armando?’”, conclui Carvalho. Endereço: Rua 10 de Julho, 593, bairro Centro. Informações: (92) 3232-1195.

Bodega da Vila

A fusão da culinária amazônica com a brasileira é o que define o molho de pimenta servido no Bodega da Vila. Tudo porque o condimento concentra a mistura entre pimenta malagueta (nacional) e o murupi (regional), o que é o segredo, aponta Marco Aurélio Feitosa, proprietário do local. A junção dos dois tipos de pimenta, porém, agrega também uma base de azeite e é classificada pela picância média. “O molho não é fraco, mas também não é forte.

Até quem não é amante de pimenta consegue comer. Além de ser super leve e não levar outros condimentos fortes, você consegue sentir o murupi muito bem”, destaca Feitosa. No local, ele pode ser degustado com as coxinhas de caranguejo e frango, em todas as frituras da casa, com os caldinhos de peixe e de feijão, além da caldeirada de tucunaré. Endereço: Rua Vila Amazonas, nº10, Bairro Nossa Senhora das Graças. Informações: (92) 3302-2205.