Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Empresárias lançam coleção de camisetas inspiradas na Amazônia e no Mundial

A coleção de Gisele Alfaia, trabalhada em parceria com Tânia Castro e Lara Denys, tem a missão de exaltar a fauna e flora para os milhares de turistas que irão aportar em terras barés durante a Copa do Mundo de 2014

Da esquerda, Tânia Castro, Lara Denys e Gisele Alfaia são as criadoras

Da esquerda, Tânia Castro, Lara Denys e Gisele Alfaia são as criadoras (ERICA MELO)

A artista visual manauara Gisele Alfaia elegeu a fotografia para compor as suas melhores obras de arte: as mais diversas cores quentes da Floresta Amazônica, traduzidas em pixels, para as imagens digitais. Tais cliques e andanças pelo interior da Amazônia foram refletidos, sob o formato de ilustrações, em estampas de camisetas por meio de uma coleção dedicada a exaltar a nossa fauna e flora para os milhares de turistas que irão aportar em terras barés, com a missão de assistir aos jogos da Copa do Mundo de Futebol.

A coleção é trabalhada em parceria com a estilista Tânia Castro – um forte nome da alta costura amazonense – com quem Alfaia mantém uma grife, a T&G Criações, a mesma que assina as tais camisetas da Copa. A marca existe há dois anos e já compôs duas coleções anteriores; uma delas, em questão, retratou a cultura do boi-bumbá. A parceria entre Castro e Alfaia rende bons frutos. “A Tânia quis fazer, um tempo atrás, uma exposição com minhas fotos, e depois ela sugeriu que criássemos uma estamparia com as imagens”, comenta Gisele.

Ao todo são seis camisetas, todas feitas em algodão, cujas estampas levam ilustrações das viagens e registros de Gisele. Para que as camisas ganhassem forma, a grife contratou a designer Lara Denys, de modo a transpor as fotografias para ilustrações. Cada camiseta possui um nome específico, cuja estamparia se apresenta em cores como verde, azul, amarelo e vermelho. “A ideia das camisas é fazer algo abrangente. Queremos trabalhar a divulgação delas em hotéis, no Distrito Industrial, e em lugares de cunho turístico, como aeroportos e lojas de artesanato”, pondera a fotógrafa.

Visual

Entre as estampas, há a de uma mandala com mangarás – cacho que surge na bananeira após as frutas caírem, segundo Gisele – em forte alusão à bandeira do Brasil e que foi batizada de “Aupaba” (terra de origens); a “Manaus” (tribo dos Manaós), que traz imagens do Teatro Amazonas e da Praça da Saudade em sobreposição; “Potira” (flor), que reflete folhas e flores suspensas sob a queda de uma cachoeira, sugerindo o formato de um colar de flores havaiano; a “Ubá” (canoa) com a figura do transporte dos indígenas pelo rio; “Aracy” (a origem dos pássaros), com aves regionais penduradas em folhagens; e a “Porangatu” (belíssimo), com a fusão da fauna e flora amazônica.

Portfólio

Gisele Alfaia possui um acervo de mais de 70 mil fotos, resultado de cinco anos de trabalho em viagens pela região. “Fiz mais da metade de minhas fotos no interior, fotografei vários Estados do Norte e lugares como o rio Madeira, rio Negro, o rio Branco, que é localizado em Roraima (não é a capital do Acre); o rio Solimões e o rio Abacaxis, que fica próximo a Nova Olinda do Norte (AM) e é apenas o mais lindo que eu já vi. Tudo porque o leito dele é cheio de pedras coloridas, e suas margens possuem uma planta chamada ‘Periquiteira’, que tem a cor verde neon”, relembra Gisele.