Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Show promove parceria inédita entre Fidel Graça e Zezinho Corrêa, em Manaus

Os artistas apresentam o show “Luzes da Ribalta” nesta sexta-feira (14). O repertório, marcado pela nostalgia e clima boêmio, terá direito a sucessos das músicas brasileiras

Zezinho Corrêa

Zezinho Corrêa cantará ao lado de Fidel pela primeira vez (Antonio Lima)

Com passagem por projetos como “Pra falar de amor”, “Quarta dos Enamorados” e “Canta Boemia”, o cantor borbense Fidel Graça se apresenta pela primeira vez ao lado de Zezinho Corrêa nesta sexta-feira, dia 14, na Estação Arte & Fato, a partir das 22h.

O show “Luzes da Ribalta” marca a parceria inédita, com um repertório marcado pela nostalgia e clima boêmio, com direito a sucessos das músicas brasileira, norte-americana e francesa, como “Retalhos de cetim”, de Benito Di Paula, “Tudo passará”, de Nelson Ned, “My way”, de Frank Sinatra, e “Non, je ne regrette rien”, de Edith Piaf. Os ingressos serão vendidos a R$ 15.

De acordo com Fidel, a apresentação vai remontar aos projetos dos quais ele participou anteriormente, mas com foco nos duetos, inclusive com direito a alguns hits do grupo Carrapicho. “Mostrei esse repertório para o Zezinho e ele topou na hora, mas achamos interessante incluir coisas novas, como “Je ne regrette rien’, da Piaf”, adianta o intérprete, que já acumula três anos de carreira.

PARCERIA

“São músicas que englobam vários estilos e épocas, mas que acabam tendo esse fundo boêmio. Mas a ideia sempre foi cantar as boas músicas antigas”, acrescenta. Ele ainda brinca: “O maestro Heliomar Paz é quem faz a direção musical do show. Ele conhece tudo de música de uns 150 anos para cá, por isso vamos estar à vontade para puxar qualquer outra música na hora da apresentação”.

Sobre trabalhar com Zezinho, Fidel conta que tudo aconteceu de forma bastante espontânea. “Ele é uma pessoa muito simpática, tivemos uma afinidade grande e ele sempre se mostrou disposto a fazer esse show comigo”. Eles se conheceram por intermédio de Weldson Rodrigues, que produziu o espetáculo cênico-musical “Pra falar de amor”.

Já Zezinho destaca o processo conjunto. “Gosto muito do trabalho do Fidel, aliás, estou indo em função disso. Além de ter uma interpretação boa, ele também pertence a uma nova geração de artistas, e é sempre bom fazermos esse tipo de integração”.

“Para mim também é uma alegria voltar ao Arte & Fato para uma apresentação completa, porque das outras vezes em que cantei lá foi apenas para fazer participações”, completa. Segundo ele, como o nome sugere, o show também terá uma pitada de teatralidade, que nunca está dissociada da música.

Em “Luzes da Ribalta”, os dois intérpretes serão acompanhados pelos músicos Tiozinho Solano (teclado), Chicão (bateria), José Mathias (baixo), Antonio Crediee (saxofone) e Heliomar Paz (violão e direção musical).

EXPERIÊNCIA

Fidel Graça faz apresentações solo em diversos bares da cidade, incluindo o Caldeira, onde apresentou um especial pelo centenário de Vinicius de Moraes, no ano passado.

Atualmente, ele integra o elenco do projeto “Canta Boemia”, onde canta ao lado de Assis Almeida, Nete Lima e Tânia Moço clássicos da música boêmia, com destaque para os boleros e sambas imortais.