Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Prêmios Literários Cidade de Manaus abrem inscrições

Os prêmios são de abrangência nacional e regional, sendo concedidos para obras inéditas, em língua portuguesa, de autores brasileiros, segundo o edital

Celdo Braga e Márcio Souza são os nomes à frente do Conselho de Cultura

Celdo Braga e Márcio Souza são os nomes à frente do Conselho de Cultura (Erica Melo )

Estão abertas as inscrições para os Prêmios Literários Cidade de Manaus até o dia 17 de março, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, na sede do Conselho Municipal de Cultura (Concultura), situado no prédio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), avenida André Araújo, 2.767, Aleixo. Os prêmios são de abrangência nacional e regional, sendo concedidos para obras inéditas, em língua portuguesa, de autores brasileiros, segundo o edital.

“O prêmio tem uma grande diversidade de oferta, de possibilidades para os escritores, embora não dissemine que sejam escritores novos ou consagrados. Qualquer autor com um livro inédito pode se inscreve. Basicamente, o prêmio é uma porta para o escritor com sua primeira obra. Vamos tentar valorizar isso e sem mudar nada da lei”, afirma o presidente da Concultura, Márcio Souza.

“Vamos valorizar o prêmio em si, tentar fazer com que os premiados escapem da maldição de serem editados pelo Estado. O Estado é o maior assassino de obras literárias. Não que ele vai lá e mate o autor... Alguns autores merecem mesmo a pena de morte, mas a pena da morte literária”, brinca Souza.

Difusão

Após a entrega da premiação, o escritor e dramaturgo explicou que irá conversar com cada autor agraciado e com editoras profissionais do Estado e do País. “Para que possam colocar essas obras no mercado, nas livrarias. Nos encarregaremos da parte oficial da distribuição para as bibliotecas. A premiação em dinheiro deve ser usada como capital cultural”, salientou Souza. “A prioridade é dar suporte e encaminhamento para que o autor ache um nicho de distribuição com uma editora e que ela faça isso em nível nacional. Só essa mudança garante à nossa ação uma eficiência que não têm precedentes”, acrescentou o poeta Celdo Braga, vice-presidente do Concultura.

Ao todo são 14 categorias, como de Melhor Livro de Romance ou Novela, Contos, Poesia, entre outras. As fichas de inscrição estão disponíveis na sede do Concultura e no site concultura.manaus.am.gov.br. O resultado da seleção será divulgado no dia 15 de maio. A solenidade de entrega das premiações acontecerá no dia 22 de maio.