Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Valesca Popozuda traz sua universalidade e o ‘Beijinho no Ombro’ para Manaus

Cantora carioca realiza show nesta quinta (17) em Manaus, fala sobre o desejo de gravar DVD na cidade e comenta a abrangência do seu nome nos fatos do País

Valesca Popozuda fará novo show em Manaus no dia 10 de maio, no “Cala a Boca e Beija Logo”

Valesca Popozuda fará novo show em Manaus no dia 10 de maio, no “Cala a Boca e Beija Logo” (Reprodução)

Mesmo negando os rumores de que reduzirá a prótese de silicone no bumbum, a cantora Valesca Popozuda desbrava um momento de sua carreira em que está longe de ser lembrada, atualmente, por conta dele. Protagonista de uma série de fatos que envolvem desde a explosão viral do hit “Beijinho no Ombro” até a polêmica questão de prova em que foi citada por um professor como “pensadora contemporânea”, a cantora, que se declara fascinada pela tapioca manauara, regressa a Manaus nesta quinta-feira (17) para um show onde levará, além dos sucessos que a consagraram na época do Gaiola das Popozudas e de sua carreira-solo, marchinhas de carnaval gravadas por ela e que caíram no gosto do público. A apresentação acontece no Gran Sabana Show Bar (Av. Tancredo Neves, 950, Parque 10), às 21h.

A partir da universalidade musical que faz pessoas de todas as tribos (erudita, folk, indie e pop-rock) cantarolarem “Beijinho no Ombro”, Valesca afirma, em entrevista a A CRÍTICA, que atingir uma massa maior além do público que a acompanhava no Gaiola das Popozudas não foi relativamente pretendido por ela ao ingressar em carreira-solo. “Quando pensei em fazer carreira-solo eu queria apenas mudar algumas coisas, mas meu estilo continuaria sendo o funk. Eu queria mudar o estilo nos palcos visualmente, até porque eu já estava um pouco cansada do padrão que eu tinha que ter para a Gaiola. Quando recebi a música (Beijinho no Ombro) eu pensei: ‘vai ser a melhor música para trabalhar esse novo momento’. Eu sabia que era boa, mas não imaginava que seria tão popular assim”, destaca.

O valor da majestosa produção do clipe de “Beijinho no Ombro” foi orçada em torno de R$ 437 mil a R$ 450 mil, segundo ela. Gravado no Castelo de Itaipava, no Rio de Janeiro, a ideia surgiu em um café da manhã após um show da cantora, onde estavam ela, um amigo e seu empresário. “A ideia da Rainha veio no sentido em que, antigamente, todas elas eram vaidosas e brigavam muito por isso, portanto, nada mais justo que no clipe as quatro disputassem quem era a mais poderosa. Visualizei tudo da mesma forma que o clipe saiu”, garante ela.

Desejos

Valesca, que já chegou a declarar o desejo de gravar um DVD em Manaus, se declara apaixonada pelo povo da capital amazonense. Na verdade, sua vontade engloba gravações em várias cidades do Brasil, em uma espécie de turnê registrada. Porém, ela ressalta que precisa sentar e colocar a ideia inicial “no papel”. “Mas se eu fizesse um DVD completo somente em Manaus, faria em uma área aberta cercada de verde, acho o visual da cidade lindo! Mas não tenho nada definido e nem data pra acontecer, ainda é apenas uma vontade que tenho”, pontua a cantora, que afirma ter perdido as contas de quantas vezes já veio em Manaus. “Já experimentei várias comidas típicas, mas a que mais gostei daí foi a tapioca. É perfeita, coisa de outro mundo”, relembra.

Em relação ao público que não a restringe mais ao título de “dona de um bumbum avantajado”, a cantora diz que ninguém mais toca neste assunto com ela, o que a deixa mais confortável. “Não quero ser lembrada apenas por isso. Muitos se aproximam de mim pela minha pessoa. Os fãs conseguiram me ver como realmente sou e isso não tem preço. Meu bumbum está em segundo plano”, pondera. Sobre o futuro, ela afirma estar estudando muitas propostas, mas com calma. “Já tenho músicas que quero gravar, mas ainda preciso decidir qual gravo primeiro”, adianta.

Em meio ao título de “pensadora contemporânea” conferido a ela em uma questão de prova - que Valesca agradece, mas recusa, porque diz ainda “não se sentir pronta” para tal – e sobre o vídeo de agradecimento às curtidas da página da Presidência da República, onde Dilma Rousseff aparece, em caricatura, dando um “beijinho no ombro”, a cantora alega felicidade total. “Acredito que os dois lados aproveitaram o apelo popular da música e o sucesso dela para aplicar no cotidiano e deu certo!”, comemora.

Serviço

O quê: Show da Valesca Popozuda

Onde: Gran Sabana Show Bar (Av. Tancredo Neves, 950, Parque 10)

Quando: Hoje (17), às 21h

Quanto e infos: (92) 3249-1928 e 9233-1112